Baile Funk Zona Sul Sp Grajau

7 min

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

7 min

Categoria:

Tag: , ,

Baile Funk Zona Sul Sp Grajau

Baile Funk Zona Sul Sp Grajau

A festança começava no sábado e so ia terminar no domingo.

Casamos cedo e sempre me dei bem com a família da minha esposa. E de quatro então… só pode ser um cartão postal do céu! Coloquei uma mão em cada lado do seu bumbum e apertei forte até a fenda, bem fechadinha, revelar um delicioso cuzinho cor de rosa, paquerando piscou para mim algumas vezes.

ACONSELHEI QUE ELE TOMÁSSE UM BANHO E DEPOIS JANTARÍAMOS, ELE PRONTAMENTE ACEITOU. Chegaram com um bolo, confete, serpentina, balões, parecia que ia ser um baile de carnaval, só faltavam as fantasias…E, como sempre, tudo começava de forma ordeira e tradicional, colocavam velinhas acesas no bolo, cantavam “parabéns pra você”, exigiam que ele fizesse um pedido e aí deixavam ele soprar as velas.

Eu sou média em quase todos os requisitos – não tenho seios muito grandes, não sou muito magra mas não chego a ser gorda, cabelos longos e escuros, branca, 1,65. Dali a pouco o técnico o chamou, ele disse que tinha que ir, mas estava gostando muito de conversar com ela e perguntou se na segunda de manhã ele poderia ir em nosso apartamento.

O interessante é que as mulheres ficaram tão íntimas o guarda roupa delas ficou comum.

A cada metida nos beijávamos mais e mais, eu era dele e ele era meu. nunca tinha visto uma calcinha tão pequena num corpo tão delicioso!!! Meu cacete latejava e ela continuava com o show.

Como ela gosta, se virou de quatro e pediu que ele a comesse naquela posição por trás, enquanto bolinava sua boceta. E comecei a teclar tudo o meu calor num texto rãpido mas que revelava todo o meu tesão.

"E minha primeira vez por aqui.

Com a outra mão acaricio o meu seio e corpo aumentando mas meu desejo, e viajo nas minhas imaginações secretas.

Do medo de ser pego em uma sacristia.

Fui até a minha casa, peguei a sunga e voltei para casa da minha tentação.