Brasileira Amadora Mulata Muito Mas Muito Gostosa Mostra Bunda Gostosa Com Sortudo Em Um Centro De Estética – Mg

9 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

9 seg

Categoria:

Tag:

Brasileira Amadora Mulata Muito Mas Muito Gostosa Mostra Bunda Gostosa Com Sortudo Em Um Centro De Estética – Mg

Brasileira Amadora Mulata Muito Mas Muito Gostosa Mostra Bunda Gostosa Com Sortudo Em Um Centro De Estética – Mg

ele sorriu e segurou minha barriga e passou a me fuder com estocadas gostosas, me colocou de quatro e falou tava com saudades desse rabão, eu olhei p trás cm cara de puta e pedi,fode amor, ele lambeu minha costas e pediu alisando minha bunda, dá esse cuzinho gostoso p mim vai? nisso ele passou o dedo e eu não resistir e pisquei o cuzinho,ele meteu entaõ o dedo nele e lambeu minha orelha falando :ta piscando então quer pica nesse cu, né minha vagabunda( adoro qdo me chama de sua vagabunda).

Chupou muito, ele abria bem a minha bunda e enfiava a língua lá dentro, confesso que até rebolava e abria mais a bunda para que ele metesse mais a língua.

Morávamos em uma grande capital brasileira, em um apartamento de 50 metros quadrados e para meu desespero minha filha ganhou um poodle macho de presente, cachorro já da trabalho, imaginem dentro de um apartamento. Quando coloquei minha mão pra cima minha saia levantou um pouco e ficou bem perto de mostrar minha bunda. Sou massagista profissionalEu estava sozinha desanimada e procurei uma vitima para uma transa convidei para minha casa um cliente da estetica disse que eu tinha algo novo a oferecer. Naquela balada eles tinham o costume, de durante a noite trocar o DJ e foi numa dessas trocas que o que eu estava paquerando se aproximou de mim, pelas costas e sussurrou no meu ouvido, dizendo que eu era linda e que estava deixando ele com muito tesão. Ele perguntou onde seria um bom lugar pra nos encontramos; eu já havia pensado nisso e disse que seria no centro da cidade em frente a catedral as 20:30Ele concordou e disse cm estaria vestido, camisa branca e jeans azul claro.

Já Victor, foi o mais sortudo do grupo.

Logo chegamos nessa rua que era entrada de uma granja e descemos até a curva onde ninguém poderia nos ver, ele parou o carro e eu já comecei a chupar aquele pau com cheiro gostoso, não muito grande mas bem grosso e de cabeça pequena, chupei por alguns minutos e ele sugeriu pra gente sair e ir pra trás do carro.

Tudo começo quando agente foi passear em uma pracinha que tinha perto da minha vo quando vimos dois cachorros transando na época tínhamos 11 anos e não sabíamos o que era aquilo de pois fomos em bora eu lembrando da cena fomos brinca e perguntei se ela queria brinca de cachorrinho ela lógico aceito e logo fiquei em cima dela pra fazer igual ela disse mais vamos fazer igual o da pracinha tira a roupa ele tava colocando o negócio no outro e vc tem um parecido primo eu fui e subi nela e coloquei logo meu pinto na bunda dela ela disse que gostoso brinca disso ela viu meu pinto duro e disse vai primo eu fui e comecei a esfrega nela ela rebolava e tava bom e não gozava ainda mais mesmo assim fui ótimo lambi o rabinho dela aquela bunda pretinha pois ela é mulata bem gostosa e lambi sua buceta igual cachorro ela gemia e fico molhadinha em fim nossa vo nos chamos e tive que para mais teve mais nos próximos conto o que foi acontecendo durante esses anos""Ana Paula e Daniel se conheceram no colégio, começaram a ficar, de ficada em ficada, resolveram namorar sério, terminaram o colegial, entraram na faculdade.

Sai dali e fui fazer umas coisas, depois de uma hora e meia voltei pra casa e, chamo a cadela pra dar mais uma foda gostosa,pois já estava de pau duro denovo, chamei chamei e nada, havia deixado ela solta e ela sumiu, sempre foi muito fujona, andei até na porteira e gritei assoviei e não encontrei-a, mais que caralho vim pensando em dar umas tres fodas e só consigo uma, desisti de procurar mais me lembrei de sabadoPera aimeu… a ovelha tambem esta afim de dar, pois tambem esta no cio, fui até ao galpão peguei ração e chamei e as ovelhas vieram na hora, boteia a que estava no cio querendo pau, pra dentro do cercado, coloquei o tablado no chão pra ficar na altura certa, pus a ração em cima e ela foi comer, e eu fiquei bulinando ela enquanto ela comia, eu enfiava o dedo e ela mexia toco da cola pra lá e pra cá, deixei ela com muita vontade.