Caiu na net video porno amador preta buceta grande carimbando buceta na rola por macho da barra da tijuca – rj

10 seg

Categoria:

Tag: , , , , ,

visualizações

10 seg

Categoria:

Tag: , , , , ,

Caiu na net video porno amador preta buceta grande carimbando buceta na rola por macho da barra da tijuca – rj

Caiu na net video porno amador preta buceta grande carimbando buceta na rola por macho da barra da tijuca – rj

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal. Ele já estava cochilando mas ainda brigava contra o sono, sentei no sofá com o prato de miojo ofereci a ele que não aceitou, bem como estava sentada comendo levantei um pouco mais o vestido para aparecer mais minha coxa ,estava iniciando meu plano de provoca-lo percebia que ele olhava de rabo de olho e isso me deixou ainda mais com vontade de provocar e ver até onde isso tudo iria chegar, terminei fui até a cozinha e voltei ele já estava deitado no sofá menor e eu deitei no outro, passou algum tempo e fingi que estava dormindo e mexia pra lá e para cá afim de deixar o vestido subir e fiquei mais à vontade mais “aberta “ rsrsrs sei q ele olhava porque ouvia o barulho do sofá ele estava impaciente louco para me atacar imagino eu, fingi que estava acordando só para ver em que estado ele estava e fiquei chocada, excitada e com agua na boca, o pau dele estava para fora da bermuda na hora senti minha bucetinha piscar e ficar toda molhadinha, queria pular e chupar aquele pau que parecia suculento, mas queria uma atitude dele, virei para o lado e continuei fingindo estar dormindo, deixai uma perna apoiada no chão e a outra no sofá, estava de barriga para cima para provocar mais, a essa altura minha camisola já estava próximo ao umbigo de tanto que me mexi, ouvi quando ele começou a me homenagear batendo uma punheta e minha buceta piscava mais e mais, fingi mais uma vez estar acordando para dar tempo de ele se recompor, sentei novamente no sofá fingindo estar meio desnorteada entorpecida de sono, vi apenas o volume em sua calça e então ele disse – Tirou um belo cochilo em cunhadinha.

A intensidade dos vídeos era proposital.

Foi então que ela falou pra não gozar na buceta, pois não havia tomado anti-concepcional.

ela viu a barraca armada mas disfarçou e se desculpou. Subi e encostei perto dos dois, um silencio os tres se olharam rimos e Marcio encostou em mim, meu instinto de macho era empurrar ele e me mandar,mas quando ele encostou a rola na minha coxa paralisei, só pensava em chupar aquilo ele me puxou e começou a me beijar, mostrando muita experiencia quando comecei a perceber uma mao ne entrelaçando atras de mim e tirando meu short me deixando peladinho, era Renato, confesso que quando ele encostou aquela cobra ja dura gelei, mas o tesao era tao grande que nao parei, virei um recheio de sandwich, ora beijava um, ora beijava outro, Marcio começou a chupar meu peito eu fiquei louco, gemendo incontrolavelmente e para eu ficar quieto Renato colocou aquele monstro na minha boca, tive dificuldade, mas aos poucos fui me adaptando. Então ele me começou me agarrando bem apertado e me beijando e eu cheirando aquele cheiro em macho gostoso me deixada doida. Segurando o pau dele para cima, passou a fazer um boquete digno de filme pornô, por vezes parando de chupá-lo para dar uma surra de língua na cabeça do pau dele. -Conta…(escrito por Kaplan)Gabriel agora tinha tirado sua roupa, ficando apenas de cueca, Angela ficou ainda mais doida ao ver a cabeça preta da rola de Biel sair da cueca. E assim foi acontecendo pegamos ela na quinta feira ela estava radiante, fizemos uma programação para sair com ela todos os dias, fomos na lapa, nas prais da Zona Sul, no Sabado levamos ela para conhecer a regiao dos lagos, ela ficou maravilhada, Num destes dias que saimos sabado a noite, fomos a um barzinho na tijuca com música ao Vivo, neste dia ela estava linda, com um vestido relativamente curto porem não estava indecente toda maquiada cheirosa demais, fiquei impressionado, podia contar de um em um minuto chegava alguém em cima dela, e estavamos bebendo cerveja e eu ofereci uma caipirinha para ela, que ela aceitou na hora,minha esposa falou para ela ficar tranquila e se divertir que nos estaríamos ali com ela sem problemas, lá pelas três da manhã ela e minha esposa já estavam pra lá de bagda, tomaram todos, eu que não sou bobo fiquei no sapatinho sá observando, em um momento quando minha esposa foi ao banheiro, ofereci mais uma caipirinha para ela e ela já meio alta falourn que não sabia que já estava tonta e estava com medo, eu falei para ela que poderia ficar tranquila que eu estava ali e ia cuidar dela, neste momento ela chegou e falou que gostaría que seu namorado fosse igual a mim, que ela seria muito feliz, que minha esposa tinha falado muito bem de mim e que ela tinha sorte.