Casada Com A Xereca Cabeluda

visualizações

35 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , ,

Casada Com A Xereca Cabeluda

Casada Com A Xereca Cabeluda

Depois de um tempo ele segurou meu braço e falou meio desesperado:Ola o conto que vou descrever hj e bem real espero que gostem nao irei revelar meu nome vou me apresentar como johnie eu tenho 1,70 de altura uns60 kg olhos pretos e sou moreno desde e tenho 18 anos desde pequeno eu sempre tive uma vontade enorme de comer minha tia ela e uma bela mulher com uma bunda enorme e pele morena mais eu acho que nunca me deu mole foi se passando alguns anos e eu fui ficando mais velho e aquala velha vontade me matando como smp minha tia smp foi uma piranha ficava com uns homens a cada dia dps começou a ficar com mlks da minha idade e eu sabia de td e ficava mais louco de tesao por aquela cachorra td mudou em um dia que ela estava bebendo com as amigas dela de tarde ate o anoitecer foi quando ela foi pra casa ela e dona de um quintal enorme e no quintal dela tem um macinhero fdp q era o comedor dela e ele tinha um ciume dela danado foi quando eu fui com ela ate sua casa e esse cara ficou enchendo o saco dela falando q nao queria mais ela de piranhagem na rua e td mais e queria ate agredir ela mais obviamente que eu nao deixei e claro quase cai na porrada com ele mais pra mim comer ali eu tinha que dar uma asistencia ne rs dps que chegamos em sua casa ela logo abriu a porta nervosa e me convidou pra entrar e claro que aceitei o convite a final ela mora sozinha ne ela ligou a tv pegou umas cervejas e me chamou pra ficar ali assistindo e bebendo com ela o tempo foi passando e ja estava de madrugada quando eu falei pra ela que iria embora que ja estava tarde entao ela rapidamente se levantou e trancou a porta e pediu pra mim dormir ali com ela eu como nao sou bobo nem nd aceitei ela arrumou minha cama e foi tomar um banho e eu fui me deitar e fiquei escutando musica foi quando a porta do quarto se abriu e ela entrou com uma calcinha fio dental e com um mini sutia eu logo fiquei de pau durasso vendo aquilo nao resisti e parti pra cima daquela cachorra comecei a beijar ela e a passar a mao naquela buceta carnuda que delicia de mulher dps ela se abaixou e começou a me chupar eu tava com tanto tesao que nao demorou muito pra mim encher aquela boquinha de veludo de porra logo em seguida coloquei a camisinha e mandei ela ficar de quatro ela logo me pediu pra comer logo aquela xereca e eu atendi logo o pedido e penetrei com tanta vontade que ela solto um gemidinho bem gostoso e eu ali metendo bem rapido que nao demorou tanta coisa pra mim gozar de novo dps ela foi ate o quarto dela e pegou o ky pra gente fazer um anal gostoso eu esperei tanto por esse momento ela começou a passar o ky no meu krl de uns 20cm dps foi minha vez de lubrificar aquele rabo preto e gostoso comecei a penetrar e ela dando uns gritinhos de dor foi ai que eu fiquei mais tarado e comecei a bombar bem forte aquele cu fiquei ali metendo por uns 20 minutos dps dei a terceira rajada de porra naquela bunda logo dps fomos dormi agarradinhos amanheceu e ela eu comi ela dnovo antes de ir pra casa fui pra minha casa satisfeito e querendo mais rs dps fiquei na rua com o filho dela que e meu primo e ficamos conversando e novamente chegou a noite e ela foi la em casa pedir minha mae pra eu dormir na casa dela pra acompanhar ela que ela estava com medo do fdp do cara q morava no quintal dela mais no fundo eu sabia que ela queria levar mais pirocada no rabo mais esse relato fica pro proximo episodio vlw se gostaram do meu conto me chamem no zap meninas e mulheres mais velhas 966483331 vlw fuiiiiO fato que relato agora aconteceu comigo e minha esposa, quando viajamos para participar de um casamento, fomos nós dois e uma amigo que queria conhecer a cidade, pois estava de férias, ficamos uma semana na cidade, nesta semana não pude dar nenhuma trepadinha com minha mulher, além da casa estar cheia, ela tava menstruada e eu tava doidão pra comer minha mulher. Tinha 28 anos e era casada há seis. Blz sempre achei ela atraente mais nunca tive maldade ,sempre a elogiei dizendo que meu pai era de sorte por ter tido ela e besta por te perdidoSaímos de férias por coincidência em abril meu irmão ainda na escola ficou na casa do meu pai e viajamos para casa da minha tia no nordesteDois dias de carroNa primeira noite por volta de 23:09 paramos pra dormir e o hotel que paramos só tinha um quarto vago com cama de casal ainda pensei em anda mais pra frente só q o cara disse que o próximo era distante e como estávamos cansados resolvemos fica ali mesmo ,entramos tomei banho primeiro fiquei só de short sem cueca e deitei depois foi ela tomou e saiu do com uma camisola meio transparente e de calcinha deitou do meu lado e brincou vê se não vai achar que sou suas negras e me agarrar hem eu disse e mais fácil vc pois está na seca aí quase um ano kmBlz assistindo tv dormimosDe madrugada acordo estamos dormindo de conchinha , fiquei queito mais meu pai ficou duro por esta tocando na bunda delaCom tesão na cabeça ,dei uma alisada na coxas dela subindo devagar e levanto a camisolaPuxei a bunda dela contra meu pai duro ela se acordou e disse que isso tá Loko eu me afastei no susto e fiquei sem fala nadaCoração a mil fiquei sem me mecher uns 2 minutosQuando vejo que ela tá se mechendo e abaixou a calcinha e pois a mão no meu pau q tava mole por conta do susto e sussurrou vemNão acreditei mais não perdi tempo arranquei meu shorts e fui pra cima tirei a camisola dela bjei seu pescoçoE ela pegou no meu pai colocou na buceta cabeluda dela e disee mete vai enfie sem do um mamae e papai delicioso depois de algum tempo ela fincou as unhas nas minhas costas e gemeu alto ,sentia sua buceta que já tava uma delícia molhada se encher de porra logo depois gosei como nunca.