Esposa Gostosinha Delicinha Safada Maconheira Cabeluda Peituda Gordinha Fofinha Delicia Bucetuda

Esposa Gostosinha Delicinha Safada Maconheira Cabeluda Peituda Gordinha Fofinha Delicia Bucetuda

Esposa Gostosinha Delicinha Safada Maconheira Cabeluda Peituda Gordinha Fofinha Delicia Bucetuda

Como ela estava de saia curtinha sem calcinha deslizei minha mão para sua buceta cabeluda e gordinha.

Neste momento minha esposa retornou e paramos a conversa, mas ficou um clima no ar e a troca de olhares, não acreditei quando isso aconteceu, pensei comigo deve ter sido o efeito da bebida, saímos dali e fomos embora super animados os três a noite tinha sido átima, no outro dia acordamos tarde e fomos para praia estava sol e o mar maravilhoso, quando minha esposa foi na água ela comentou comigo que ficou com minhas palavras na cabeça, eu falei que aquilo foi efeito do álcool, mas ela falou que lembrava de tudo e que gostou do que falei se era verdade e eu falei que sim que tudo era verdade.

Levei a mão entre suas pernas, sentia as dobrinhas em sua virilha, os lábios bem fechados, o tipo de buceta fofinha do jeito que eu amo. aí eu disse vai meu corno como sua mulher safada vai…nossa o pau dele ficou dum jeito que nunca tinha ficado e falou sou corno sua safada?…. Barbara e mais alta q eu , branquinha e bem peituda cabelos longos e lisos enquanto os meu sao cacheados. Eles chegaram a tarde e tomamos um banho de piscina, e ela java toda gostosinha, um biquini bem pequenininho e os peitinhos bem durinho e eu ja de olho nela, o tesao acendeu de novo.

Bem continuamos dançando ele com a minha calcinha na mão, falou baixinho; vem rebolar vem safada, eu louca p sentir aquela pica grossa na buceta, fui dançando me esfregando nele, sentir a pica já dura e falei, amor quer fuder bem gostoso nessa sua pica, me come amor? ele respondeu, vou te fuder bem gostoso minha putinha, eu rebolando a bunda no seu pau, e minha buceta já escorrendo meu líquido, com a beceta toda encharcada, ele me levou p um canto na boate e abriu o zíper da bermuda e falou; olha sua puta como vc me deixa,eu louca p sentir( nunca tive tanta vontade em dá p ele)vem amor mete gostoso nessa buceta que é toda sua, ele encostou mais em mim,levantou um pouco minha perna e meteu tudo de uma vez, eu dei um gritinho e ele me beijou para abafar o som,eu sentindo aquele pau grosso q eu tanto gosto entrar rasgando em mim, ele falando no meu ouvido, rebola sua puta vai, eu rebolando gostoso, levada pelo ritmo q estava tocando, ele me encostou na parede e começou a meter forte e falando vou encher vc de porra,sua putinha,não é pica q vc quer então toma, e eu, ai amor que delícia de pica vc tem, ele qdo chegar em casa vc vai dá esse cuzinh p mim vai( nisso ele meteu um dedo no meu cu,e eu me arrepiei toda) e ele falou vc gosta né safada de dá esse cuzão p mim né, eu; adoro amor, em casa vc promete meter bem devagar p n me machucar,pois sua pica já machuca minha bucetinha, depois q falei isso ele começou a meter mais forte e falar vou gozar minha puta; ham,ham, me deu um beijo bem gortoso e eu sentindo sua pica pulsar dentro de mim, nos beijamos mais p acalmar os ânimos e voltamos para curtir o camarote. Ela perguntou seu nome e ele respondeu:Meu nome é Lucas delicinha!.

Pela riqueza de detalhes ela vai saber ”ela estava gordinha … e tão tão branca … uma verdadeira DELICIA.