Flagra Tarado Filma Deliciosa Buceta Grande Chupando Comedor Da Faculdade De Campo Grande – Ms

27 seg

Categoria:

Tag: , ,

visualizações

27 seg

Categoria:

Tag: , ,

Flagra Tarado Filma Deliciosa Buceta Grande Chupando Comedor Da Faculdade De Campo Grande – Ms

Flagra Tarado Filma Deliciosa Buceta Grande Chupando Comedor Da Faculdade De Campo Grande – Ms

Cheia de porra, enfiou a cabeça no travesseiro e começou a chorar de FELICIDADE !!!!!ela deitou por cima de mim e como estava toda melada de oleo e gozo começou a se esfregar em mim…fazia um movimento pra cima e pra baixo sem que eu a penetrasse…e ela perguntavaassim:-tá gostando titio? o melhor tá por vir…aproveita que hoje a noite é sua,são as minhas desculpas pra vc…Não entendi o que ela quis dizer com isso e continuei a me sarrar nela…avisei a ela que iria gozar e ela botou aquela boquinha pequena no meu pau e me masturbava pra chegar logo…gozei feito um animal e fiquei feito um tarado,continuei de pau duro. Ela se movia para fora do meu campo de visão, eu queria segui-la com meus olhos, mas ela tocou o meu rosto me fez olhar para frente.

A freira ia ver o frade sempre que podia e sempre disfarçando pra ninguém notar e pegar ela no flagra. Nisso ele viroi ela, segurou pelo quadriu e começou a beijar suas nadegas, elogiado como ela era deliciosa.

Segurei sua cabeça e enfiei na minha buceta com força. Parecendo que ela não me escutou, ela começa a falar de que o atual noivo dela era muito grosso, que maltratava ela, humilhava e queria que ela largasse a faculdade de direito. Num ato de maestria, de macho comedor, abriu minha bundona e enfiou a língua, confesso que nesse momento,meu corpo tremeu e meu cu contraiu como a dizer sou todo seu meu macho gostoso. Quando dei por mim o amigo grandão me pegou por trás nossa minha bunda sentiu aquele negócio grande dentro dos shorts me esfregar, me arrastaram para o quarto, Luiz subiu na cama ficou de joelhos com o pau para fora, cacete de tamanho normal mais grosso, mais grosso do que o do meu marido, eu subi engatinhando e cai de boca chupando sem parar e naquele momento lembrei dos filmes pornôs que eu assistia com Pedro, hummm, quando dei conta e olhei para traz senti uma língua maravilhosa me chupando próximo ao meu cuzinho, continuei chupando Luiz um certo tempo, até que eles trocaram de lugar, o Luiz foi me chupar e então veio o amigo, o Júlio, nossa senhora, só tinha visto uma pica grande e grossa assim só em filmes pornô e mesmo assim achava que era alguma montagem, mais estava ali na minha frente um cacete enorme e grosso nossa muito grosso, negro da cabaçona roxa escuro, mau entrava na minha boca, peguei com as duas mãos e fique ali deslizando a língua nele todinho, e peguei nas bolas eram imensas um sacão danado, me viraram de barriga para cima e então me assustei bastante pois ao olhar para a porta vi Pedro meu marido que havia entrado porque ele tinhas as chaves e eu não tinha escutado nada, em pé na porta do quarto com o pau para fora batendo uma punheta e nos olhando, mas acho que os dois já sabiam que ele estava ali olhando, pois continuaram como se nada estivesse acontecido, ai eu levantei com a boca cheia de gosto daquela pica enorme que estava chupando e lasquei um beijo de língua em Pedro que na mesma hora me beijou intensamente eu parei e disse em seu ouvido está gostando da sua nova putinha, ele disse baixinho também, estou adorando, era a minha confirmação do que eu havia imaginado mesmo, puxei ele pelo cacete para participar da brincadeira também. –Isso eu quero filmado, o meu bukkake de puta.

"Olá sou morena clara, 1,69 de altura, cabelos bem pretos, coxas grossas e peitos grandes…Há um tempo atrás conheci um carinha através de um amigo em comum, ele era moreno, definido, 1,72… Uma delícia…Quando nos conhecemos eu nem prestei muita atenção nele… Saímos em grupo algumas vezes, mas em uma delas a coisa ficou diferente… Fomos pra um barzinho e lá começamos com shots de tequila… Eu, minha amiga e os meninos… Na hr de ir embora a coisa ficou mais quente e esse garoto… italiano (nome fictício) beijou minha amiga na porta da casa dela… Achei que ia esquentar… Mas ficou só nisso… Então fomos para casa do meu Amigo Augusto… Pois sua família estava viajando… No caminho paramos em um bar.

Era uma cadela de raça Boxer , com um toquinho de rabo, de um porte grande e forte, pelos curtos de cor alaranjado e branco, um animal dócil e muito atencioso.