Gata da buceta peluda tomando até no cuzinho

Gata da buceta peluda tomando até no cuzinho

Gata da buceta peluda tomando até no cuzinho

ENTÃO COMECEI A DAR O QUE ELE REALMENTE DESEJAVA…MARCAMOS DE NOS ENCONTRAR NO MOTEL E LÁ FIZEMOS TUDO,DEI ATÉ MEU CUZINHO QUE NUNCA HAVIA DADO PRA NINGUÉM,POR PEDIDO DELE,ELE DIZIA QUE ERA UM SONHO COMER UM CUZINHO,E QUE A ESPOSA NUNCA IRIA REALIZAR,POIS NÃO DEIXAVA CHEGAR COM O PAU NEM NA PORTINHA.

Ainda sentados no sofá, jane com aquele vestido vermelho que deixava a motra a polpinha da bunda, sentou no meu colo, de costas pra mim, enquanto eu segurava os seus seios, eles cabiam perfeitamente nas minhas mãos, ela se encarregava de esfregar a buceta, que nessa altura já estava encharcada, no meu pau, ela ficou por muitos tempo se esfregando na minha pica, eu podia sentir a sua buceta molhando o meu pau de cima a baixo, ainda de calcinha, a qual com uma das mãos Jane puxava para o lado, ela pressionava a cabeça do meu pau contra o seu grelo, Jane esfregava meu pau na portinha da sua buceta, as vezes quase entrava, chegando a entrar meia cabecinha, ela se contorcia de tanta excitação, eu não não aguentava mais aquela provocação e estava doido pra ver minha pica entrando naquela buceta, que para a minha felicidade, era um pouco peluda e que de tão grande não cabia dentro da calcinha, foi então que algo em mim se engrandeceu e eu levantei do sofá disposto a meter logo naquela xereca, joguei jane em cima da mesa puxei a calcinha pro lado, dei uma pincelada na xereca dela com a cabeça da minha piroca apontando na entrada na buceta, pronto, agora era só empurrar, ia meter na pele, sem camisinha, porque queria sentir cada centímetro daquela buceta envolvendo meu pau, jane concordou mas um segundo depois gritou:Não resisti e meti a mão em baixo pra sentir aquele mijo que saia da sua buceta linda, e ela se assustou e tentou tirar minha mão, mas no meio desses movimentos bruscos acabou mirando em minha direção e me acertou com um pouco do seu xixi quente. Fui até o banheiro e tomei uma duxa rápida e sai enrolada em uma toalha apenas quando voltei ao quarto ela já havia resolvido meu problema, percebi um suspirar profundo da parte dela, pedi pra ela me mostrar o que havia acontecido, ela usou alguns termos técnicos da qual não entendi nada mas foi mais uma desculpa para me aproximar enquanto ela estava sentada frente ao computador me mostrando um monte de letras inclinei quase em cima dela rostos muito próximos e me virei já praticamente beijando-a ardentemente ela consentiu de imediato e sem dizer uma palavra montei em seu colo na cadeira e devorei sua língua, seus lábios, me esfregando em seu corpo ela arrancou a toalha de mim e começou a chupar meus seios, que mulher era aquela??? Ela se levantou comigo, minhas pernas envoltas em sua cintura e nos jogamos em cima da cama, nos beijando descontroladamente, ela foi descendo até chegar em minha buceta e começou a me chupar e a enfiar seus dedos em mim eu me contorcia toda nas mãos daquela mulher que se revelou um verdadeiro furacão do sexo. Comecei a olhar com outros olhos pra ela, espiar ela trocando de roupa, tomando banho, prestei atenção em cada curva do seu corpo e comecei a perceber que sim, ela era realmente gostosa: 41 anos, branca, baixinha, cabelo na cintura, loira, coxas grossas e bunda grande.