Gordelicia Branquinha Na Cama Com O Namorado

visualizações

9 min

Categoria:

Tag: , , , , , , ,

Gordelicia Branquinha Na Cama Com O Namorado

Gordelicia Branquinha Na Cama Com O Namorado

Criei inclusive uma teoria: de que toda irmã que empina a bunda é safadinha. Reparei que ela não era tão branquinha como eu havia pensado antes, talvez fosse apenas o efeito do frio.

Tirando a morena de cima do namorado, que continuava sentado dentro da hidro, a Amanda ajeitou-se no piso do lado de fora da hidro, de quatro, mantendo a cabeça do namorado entre suas pernas. Anrtes de lhe dar o dinheiro da passagem levanto-me pedindo que o mesmo venha poegar o dinheiro no fundo do ônibus local onde eu iria preferir estar sentado. Bebi um pouco, pois queria me soltar, relaxar.

Desde muito tempo já era a vontade do meu marido e eu relutava muito, até gostava de imaginar, mas não tinha coragem. Sempre tiveram muita liberdade em casa, os pais eram bem liberais, sempre iam, nas férias, a praias naturistas, portanto, os corpos deles não eram misteriosos nem cheios de tabus.

– Está bem, pode consertar, não vou atrapalhar.

E embora não tivesse grandes conceitos de actos sexuais, imaginei apenas poder tocar naquelas pernas e subir a mão em direcção aquele cuzinho. Nessa altura eu já estava perdida, mas quando seus lábios me encontram eu realmente pensei que iria explodir.

De imediato falei para ela era linda e que se fosse seu namorado ia trata-la como uma rainha ia querer ela todos os dias.

Para mim, o que resta?Dominado pelo desejo, me curvo a sua sensualidade que me tornou um escravo.

Dei uma reboladinha para receber aquele dedo. balançou a cabeça afirmativamente, então aproveitei e perguntei se elaeu e meu amorzinho mauricio viviamos discutindo e brigando mas sempre soubemos q gostamos mto um do outro! ele se mudou pro interior mas veio me ver em sampa !Na primeira rodada, elas foram o pega e correram muito, nós apesar da correria começamos bem, apenas o Z.

RsssssssssVivi: mas é assim que gosto, né minha putinha?"(escrito por Kaplan)Fui até sua bucetinha, q estava toda molhada, chupei ela todinha, e colocava minha língua dentro dela massageando seu clitóris e lentamente comecei a introduzir um dedo.