Imaginando Que Era O Pau Do Maridão De Uma Amiga

visualizações

3 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , ,

Imaginando Que Era O Pau Do Maridão De Uma Amiga

Imaginando Que Era O Pau Do Maridão De Uma Amiga

Um deles oferecia almoço incluso na diária.

O risco de sermos flagrados, o tesão que já sentia por ela, o ritmo e a força das estocadas, tudo fez com que eu sentisse o gozo cada vez mais perto. Me entreguei totalmente aos meus pensamentos vadios só imaginando aquele homem fazendo mil coisas comigo ali. Dava pena ver a amiga naquele estado.

Então é isso, espero que tenho gostado, qualquer coisa me mandem mensagem que entro em contato. Sentir aquele homem forte me comendo e eu totalmente lambuzada me levou ao delírio.

Eu fui embora, mas só que a tardinha o Afonso me ligou e perguntou se eu podia dar uma carona a ele para ir trabalhar, pois viraria a noite de plantão em um rodovia num posto policial e o Marcelo tinha saido com o carro dele.

eu – nem vou irmão minha mae negou dinheiro e voce sabe como é nao gostaria de ir duro dependendo da sua mãeEle estava simplesmente sendo perverso.

Bom, venho relatar o sexo mais gostoso que já fiz. Veio até a cama e repetiu o gesto comigo, deixando-nos a sós.

Quando eu ja nao estava aguentando mais veio a minha salvacao: era final de ano, todas as pessoas que faziam aula comigo(eu nao fazia aula sozinha, havia mais duas meninas no mesmo horario) haviam viajado! Estaria sozinha com ela, era a minha chance de te-la mesmo que fosse ao menos uma vez! Coloquei em minha bolsa o que sabia que precisaria: duas cordas!quase que juntos, minha esposa melando minha boca com seu melzinho e euTremendo de excitação, esperei alguns minutos e sai cuidadosamente. Ela disse que não gostava dessas, mulheres não a interessavam e comentou que seria legal se houvesse revistas com homens nus. Que delicia de mamada ! Depois dela ter lubrificado bem, mando ficar encostada no sofá de bunda para a TV e mando ver naquela bucetinha branca.

Nessa hora o maridão já estava com o celular só fotografando. – Me desculpe, cunhado, mas não tenho como deixar isso aqui para depois.