Juju Doidera No Gang Bang Fazendo O Que Mais Gosta

Juju Doidera No Gang Bang Fazendo O Que Mais Gosta

Juju Doidera No Gang Bang Fazendo O Que Mais Gosta

Abraço a todos"Antes de começar o conto, gostaria de aproveitar para dizer que eu e meu marido estamos procurando um macho fixo para me comer de todos os jeitos, e se você gostar do nosso conto, no fim deixo nosso e-mail.

Comecei a beijá-lo e a passar a língua em volta da cabeça e depois o engoli inteiro de uma só vez, meu menino soltou gemido alto, eu senti seu pau pulsando em minha garganta, comecei a chupa – lo com gula babando todo aquele pau maravilhoso, senti que ele estava quase gozando diminui o ritmo para não estragar a festa, puxei ele para o chão e me agaxei com a buceta em sua boca senti sua língua quente em minha xota e iniciamos um 69, nos chupamos por um tempo até que não aguentando mais gozei loucamente em sua boca senti uma onda de choque percorrer meu corpo fazendo-o estremecer, não gozava a muito tempo. ELE ENFIAVA OS DEDOS NELA E CHUPAVA MEU GRELINHO E EU GEMIA E ESTAVA DESCONTROLADA ERA MARAVILHOSO VER AQUELE HOMEM DESEJADO PELAS ALUNAS MAIS JOVENS , DAQUELA FORMA DIANTE DE MIM E MELHOR DE TUDO ME CHUPANDO, SENDO MEU !!ELE SUBIU E COMEÇOU A SUGAR MEUS SEIOS, EU OS ESFREGAVA NA CARA DELE ELE CHUPAVA OS BIQUINHOS MORDIA DE LEVE… EU GEMIA, GRITAVA DE TESÃO !!NÃO CONSEGUINDO MAIS SEGURAR MINHA VONTADE, ME COLOQUEI DE 4 PARA ELE, ADORO ESSA POSIÇÃO , E ME SURPREENDÍ QUANDO ELE COMEÇOU A CHUPAR E LAMBER MEU CUZINHO.

Mais tarde, quando ele entrava no carro para ir embora, Bianca se aproximou e perguntou se ele poderia lhe dar carona. Ela arrebitou sua bundinha e começou a roçar meu pau bem devagar.

Almoçamos e fomos até um parque que tem na cidade, um local calmo e ficamos conversando no carro, eu falando sobre meus problemas e ele dos dele.

De imediato encostei meu pau duro nela que ainda estava de quatro para ela sentir a pressão do porteiro, ela falou: “Nossa, que delícia”.

Ele ia forçando, entrando devagar e deliciosamente. Ainda segurando minha mão ele me abraçou e falou no meu ouvido: _Vem safada… Vamos entrar que eu tô louco pra te foder até vc não aguentar mais…Quando entramos eu ja não aguentava mais era de ansiedade de ver e de sentir o pau dele em todos os meus buraquinhos que a essa altura já estavam pegando fogo.