Novinha Gostosa Delirando No Pau Do Negao

3 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

visualizações

3 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Novinha Gostosa Delirando No Pau Do Negao

Novinha Gostosa Delirando No Pau Do Negao

Morava sozinho em Brasília,vim de Minas Gerais para o Distrito Federal porque tinha me separado e muito decepcionado vim tentar uma vida nova chegando na capital do país aluguei um apartamento onde morei por 2 anos só, eu com meus 37 anos pensei vou viver na solidão, amo cozinhar e no apartamento de frente morava duas mulheres a mãe e a filha, a filha tinha 19 anos e nos víamos muito pouco é somente nos cumprimentamos até que um dia fui fazer uma pizza, afinal amo cozinhar, deixei assando e desci para comprar refrigerante quando me deparei com a vizinha de 18 anos e ela me disse ta cheirando pizza e parece deliciosa pelo cheiro eu disse que estava fazendo e ela já foi pedindo um pedaço, falei que tudobem e que levaria pra ela quando terminar e resumindo bati na porta dela é entreguei o pedaço ela adorou, depois ficamos amigos e ela me disse que sua mãe era enfermeira e as vezes ficava algumas noite só, uma certa noite ela bate na porta e pergunta se pode entrar eu disse só um momento, como adoro andar de sunga dentro de casa fui colocar bermuda, ela perguntou por causa da demora e expliquei então para minha surpresa ela disse se for sunga pode ficar pq estou acostumada a ver homens assim no clube, eu disse assim melhor então ela insistiu em me ver de sunga até que fui no quarto é retirei a bermuda, percebi seus olhares para minhas coxas grossas e o volume dentro da sunga afinal sou dotado,comemos, rumos, e ela começou a dizer coisas sobre sexo e disse que era evangélica e que nunca tinha ficado com homens, e ficava falando você deve ter muitas mulheres em seu pé, eu disse que trabalhava muito as vezes tinha uma ficante porque eu não era de ferro, ela disse vou lá em casa tomar banho posso ficar aqui vendo filmes até dar sono? Porque minha mãe foi trabalhar hj é n queria ficar sozinha, eu disse que tudo bem, ela foi tomar banho e eu também aproveitei e fui banhar também, quando ela volta vem com uma saia branca tecido mole e curta, eu fiquei meio paralisado meu pau deu um pulo na sunga e ela percebeu é brincou nossa como ele ficouenorme acho que ele me quer, fiquei sem palavras, então sem perca de tempo dei um abraço nela e apertei ele no corpo dela e meu pau pulsava tanto e a beijei loucamente, ela se esfregava em mim, fiquei louco de tesão puxei até meu quarto a joguei na cama, fui beijando seu pescoço tirei sua camisa é saia e vi aquele corpo de ninfeta novinha é nem acreditava, ela olhou nos meus olhos e disse sou toda sua faça o que quiser comigo, arranquei o sutiã é chupei delicadamente seus peitinhos duro, desci beijando seu copo até chegar em sua calcinha é mordi a beirada da calcinha e fui retirando com a boca, quando olhei sua buceta nossa bem carnudinha é com pelinhos desenhado parecia um cavanhaque, subi lambendo suas coxas, e abocanhei sua buceta atirava a língua nela com vontade fiquei chupando até que ela contorceu e gemeu alto, tinha gozado em minha boca, subi beijando seu corpo beijei novamente um beijo apaixonado e mamei novamente seus peitos, a coloquei de quatro e lambida sua buceta coxas e cuzinho, beijava suas costas, enfim dei um beijo de língua, ai tirei minha roupa e quando ela viu meu pau ela ficou paralisada e disse por isso as mulheres te adora, tenho um pau lindo grande cabeça vermelha e grande sem mancha é Carocinhos, sem nenhuma deformidades todo depiladinho ela começou a mamar meio atrapalhada mas fui ensinando até que ela passou a mamar bem gostoso, ele olhava pra mim com aquele olhar de menina inocente e safada é sorria enquanto devorava meu pau, pra minha surpresa ela disse quero que goza em minha boca, como demoro gozar eu disse depois gozo, ai peguei lubrificante e passei em sua bucetinha e fiquei esfregando na entradinha é fui enfiando devagar ela começou chorar baixinho e parei, perguntei se queria que parasse ela falou tá doendo muito mas eu quero muito você, então fui beijando e fazendo movimentos de vai e vem devagar até que sentir rompendo o ímem e fiquei parado dentro dela por um tempo, ela falou em meu ouvido meu bem pode me fuder agora já não dói muito, comecei a meter com vontade e ela gemia muito eu ficava louco, coloquei ela de quatro segurei seus cabelos dava tapas em sua bunda e metia com vontade ela gozou muito depois de fazermos em várias posições, tirei meu pau ela abriu a boca e gozei muito dentro daquela boquinha e pra minha surpresa ela engoliu tudo, fomos tomar banho e ficamos deitados nos beijando e a partir daquele dia uma noite sim é outra não ela sempre vinha dar pra mim, até que após um ano mais ou menos ela arrumou namorado da igreja e se casou. No caminho, ele nos deixou em casa, ela foi sentada ao lado dele na frente e eu atrás, Em uma das sinaleiras ela deu um beijo carinhoso no rosto dele como agradecendo a cumplicidade e ao chegarmos na portaria eles se despediram com mais um (dos muitos) deliciosos e molhados beijos na boca, ele apertou minha mão e subimos… chegando em casa tomamos um banho , comentamos o sucesso de nossa aventura e deitados na cama voltei a acariciar aquela bucetinha que tinha sido de outro, em seguida voltei a chupa-la até ela novamente encharcar minha boca com seu gozo, dizendo : “chupa! Chupa ! Que eu estou gozando !”Aí um dos caras respondeu? é pegamos uma safada ai que tava pegando fogo, ta afim de bater um foto ai pra levar, mas sem rosto valeu! aceitei na hora! e quase gozei ao ver minha safada metendo com dois que estavam lá dentro, ela sentada no colo de um chupava o pau do outro e eu batendo fotos da minha gostosa, assisti uns dez minutos e depois saí, mostrei as fotos para os caras e fui embora, voltei para o carro e bati umas duas punhetas, então votei para nosso guarda sol e fiquei tomando cerveja…Gabriel?, o que voce tem cara, acordou quieto, sem falar muito?Ele se levantou também. Ele me acompanha e lá eu lhe peço para sentar-se perto de mim após lhe pagar a passagem e de propósito não receber o troco…Ele me acena para aguardar e vai na frente do ônibus apaga as luzes internas e volta para minha companhia…Ao sentar-se próximo a mim começo a alisar-lhe as pernas quentes e sua barriga por cima da camisa… ele treme… suspira como que pedindo para eu avançar o sinal…Retiro sua pica para fora que estava dura como aço…aliso e mordo seus peitinhois por cima da camisa… desco um pouco indo arté seu umbigo e depois o seu cacete duríssimo e moreno…O meu cobrador suspira fundo delirando de prazerNÓS CHEGAMOS PRÓXIMOS Á CIDADE ONDE VOU FICAR ELE SE LEVANTA…pensar muito bem antes de responder, porque ainda tinha mais dois homenschupá-la alternando com movimentos circulares no seu grelinho, que jáDurante as nossas trepadas Carla concordava com tudo que eu falava,mas assim que nós gozávamos ela dizia que aquilo era impossível, que nunca aceitaria que eu transasse com outra mulher e que ela não queria transar com outro homem, pois estava satisfeita comigo. Ele chupava tanto mas tanto meu grelo que ele ficou inchadinho e minha xotinha toda desbeiçada, eu não conseguia parar de olhar pra ele lá embaixo se deliciando com a minha buceta carnuda e molhada, ele começou a meter dois dedos na minha xaninha enquanto me chupava até sair caldo, eu comecei a rebolar nos dedos dele, e assim seguimos por mais dez minutos, ele levantou quando ouviu uma batida na porta do banheiro, era minha mamãe perguntando se eu estava ali, ele safado, tirou o pau pra fora uma rola grossa preta, e com o cabeção meladinho, e mandou eu ficar de quatro eu não podia pq lá fora estava minha mãe, ele me colocou apoiada na pia, e com o bundão empinado pra ele, e começou a meter no meu rabinho virgem, ele safado um cachorro se aproveitou que eu não podia gritar de jeito nenhum e começou a me enrabar sem dó nem piedade, eu mordia meus braços pra não gritar, ele socava e eu sentia minhas preguinhas do cu apertado se abrirem, a dor foi amenizando e a ideia de saber que eu tava sendo fodida enrabada por um macho gostoso, safado, e experiente lá dentro do banheiro enquanto meus pais estavam lá fora me procurando me deixou mais excitada, todos preocupados comigo e eu dando meu rabo gostoso, foi quando eu ouvi meu pai gritar meu nome desesperado, ligava pro meu celular que tinha ficado no meu quarto, e nisso eu senti a porra quente e gostosa do negão caralhudo escorrer cuzinho à baixo… que transa gostosa, pena que foi rápido, mas vamos marcar a próxima""Depois que minha mãe saiu ficamos vendo filmes e ele sempre me olhava.