Parte 1 Esposa Gostosinha Delicinha Safada Maconheira

Parte 1 Esposa Gostosinha Delicinha Safada Maconheira

Parte 1 Esposa Gostosinha Delicinha Safada Maconheira

– Marina, não foi por acaso que isso tudo aconteceu,olha para a minha esposa, não consegue ver o prazer que ela está sentindo,vem pra cá no sábado, deixa eu te transformar na minha putinha e deixa ela assistir! Não tem nada de errado, teu corpo está dizendo que sim, meu dedo sobre a sua roupa esta molhado eu sei que você quer!Fala que você vai vir?Aí ele começa a gozar e joga tudo na minha cara"-Hahahahaha, quero ver eles chegarem aqui e pegar as duas fodendo.

Quando ela saiu do banho fiquei de boca aberta imóvel ela veio para sala com um short que eu nunca tinha visto nela a poupinha da bunda aparecendo e dava pra perceber q não usava calcinha uma blusa pequena sem sutiã com os seios apontando fiquei pasma nem pude ver a reação do meu marido pq na mesma hora ele correu pro banheiro dei uma gargalhada e falei quer matar seu cunhado do coração menina ela respondeu pq nada haver estou normal vai tomar no cu to normal piranha (essa é a forma carinhosa dela falar rsrs) quando ele saiu do banho me levantei e falei amor viu a roupa da sua Lolita apelido carinhoso q ele chamava ela na hora que estávamos fantasiando ele sem graça respondeu e quer me matar sentou sem graça e eu fui tomar banho imaginando um monte de putaria ela deixou uma roupa pra mim para sair do banho que era muito parecida com a dela quando sai ele brincou vish mais uma querem me matar nê rimos e continuamos ali minha irmã achava muito bonito algumas mulheres que fumam estilosas e ele fumava brinquei ai nine tenta fumar ela tentou não gostou do gosto graças a Deus e continuou bebendo e tentando fumar aquilo mecheu mais com meu brio rs dentei no colo do meu marido e comecei a passar a mão no seu pau por fora da bermuda bem devagar imaginando já o nível do seu tesão quando minha irmã viu falou do jeito bruto dela começa não que eu estou sozinha e riu puxei a mão dela e coloquei sobre o pau dele ela na mesma hora falou cruzes e apertou ele se curvou todo só de sentir sua mão sobre o mastro dele de 23 CM ela disse que nojo o jeito bruto nine de ser rs falei calaboca e chupa já tinha posto o pau dele pra fora e segurei a cabeça dela e levei até o pau dele quando a boca dela engoliu aquela pica senti os dois relaxarem ele soltou um gemido e ela tbm começou a mamar mas rápido, minha xaninha na hora pingou dei um beijo nele enlouquecedor ele estava gelado parecia que iria desmaia desci para a pica dele e comecei a chupar junto com ela quando nossas línguas se tocavam ele suspirava puxei ela e a beijei com uma vontade e ela retribuiu foi um beijo magico com carinho ele entrou no beijjo e ficamos ali nos beijando sem dizer uma palavra não podíamos ir pra cama pq la tinha uma pessoinha que não faz parte da historia nem pode. Ela perguntou seu nome e ele respondeu:Meu nome é Lucas delicinha!.

"Posso tirar a roupa? Já chega por hoje né…Todo ainda estava desenvolvendo mas ela ja era bem gostosinhaContinuaprimeira masturbação de uma meninarnrnLembro-me como se fosse hoje… Tinha apenas 19 anos e nada sabia da vida, do corpo… Mal havia tido a minha primeira menstruação…rnComo muitas meninas nessa idade, eu era franzina… Não havia nada em mim que pudesse atrair um garoto, e nem eu pensava nisso também.

Percebi que meu cliente não era de muitas palavras, então queria ver se ele sabia foder uma putinha safada cm eu.