Video De Sexo Anal Amador Novinha Novinha Fuder Mais Forte Na Sua Bucetinha Taradão Da Barra Da Tijuca – Rj

12 min

Categoria:

Tag:

visualizações

12 min

Categoria:

Tag:

Video De Sexo Anal Amador Novinha Novinha Fuder Mais Forte Na Sua Bucetinha Taradão Da Barra Da Tijuca – Rj

Video De Sexo Anal Amador Novinha Novinha Fuder Mais Forte Na Sua Bucetinha Taradão Da Barra Da Tijuca – Rj

Quando ela entrou no carro aproveitei o gancho:-Sua malandrinha…já arrumou namorado em Curitiba heimmm?Ela riu:-Que é isso tio, é só paquerinha que não dá em nada…Continuei a conversa aproveitando para perguntar se tinha manorado fixo, se gostava de namorar; Ela disse que adora namorar e se apaixonar, já teve muitos namorados mas no momento está solteira; Eu já estava no rumo do motel, então forçei a barra:-Mas Flavinha, estou curioso…conta aí para seu tio…você ainda é virgem?Ela ficou vermelha e com um sorriso tímido me surpreendeu:-Seu safadinho! Você acha que uma menina com meu corpo chega aos 19 anos virgem hoje em dia?Respondi já colocando minha mão em sua coxa esquerda:Claro que não, sei que um mulherão como você deve poder escolher com quem vai para a cama, não devem faltar pretendentes…você já esteve com homens mais velhos?Sem demonstrar mais timidez e com um sorriso safado no rosto ela responde:-Tipo assim…como você tio? Que tal parar de me comer com os olhos e fazer alguma coisa?Na hora parei o carro em um lugar seguro, soltei meu cinto e agarrei ela dando um beijo bem safado enquanto enfiava uma mão na blusa dela.

Ele queria que fizesse um filme erótico amador, onde ele seria o diretor e câmera, e eu seria sua atriz principal.

Coloco uma mão por dentro de sua calça, por cima da sua calcinha, calcinha essa que quase me faz ter um orgasmo neste instante, era de algodão, rosa bem claro, bem cavada, sem desenhos, típico de menina novinha.

Eu disse: e ai Gabriel que vídeos vc ve? Ele ficou calado e vermelho com vergonha. mais meu marido ensistiu muito e topei tirei tudo e não e por ser eu não mais sou mais meu corpo agrada a muitos sou morena cor de cuia como falam seios durinhos e uma cintura de dar inveja tenho um bundão bem empinhadinho pernas grossas mais continuando tirei a roupa fiquei peladinha toda depiladinha ficamos num conto na praia se arretando meu marido começo pelo meu pescoço e foi descendo e nisso percebi que já tinha um taradao espiando confesso que gostei de ver o cara ali nos olhando e se masturbando e continuei fiz de conta q não vi fui pra frente do meu marido e peguei no pênis dele que e uma delicia e fui da uma mamada com o rabo bem empinado pois sabia que o outro estava atraz olhando meu marido o avistou e o chamou pra participar e eu bem sem vergonha deixei ele pega na minha bunda e eu continuei a a babar no pau do meu marido enquanto o outro metia de na minha bucetinha q já estava lambuzada meu marido pego minha cabeça e forçava no pau dele depois me virou de costas pra ele e meteu no meu cuzinho enquanto o outro metia na minha buceta e chupava meus seios os dois estavam quase gozando e eu adorando ter os dois dentro de mim me ajoelhei aos pés deles e os dois gozaram com vontade nos meus peitos….

Foi então que o tamanho da encrenca veio à luz:-Tá certo papai, não seja fingido…sempre soube que você é um pegador de novinhas e agora é a minha vez. Eu metia meu pau naquela bucetinha com força, não tinha dó.

E assim foi acontecendo pegamos ela na quinta feira ela estava radiante, fizemos uma programação para sair com ela todos os dias, fomos na lapa, nas prais da Zona Sul, no Sabado levamos ela para conhecer a regiao dos lagos, ela ficou maravilhada, Num destes dias que saimos sabado a noite, fomos a um barzinho na tijuca com música ao Vivo, neste dia ela estava linda, com um vestido relativamente curto porem não estava indecente toda maquiada cheirosa demais, fiquei impressionado, podia contar de um em um minuto chegava alguém em cima dela, e estavamos bebendo cerveja e eu ofereci uma caipirinha para ela, que ela aceitou na hora,minha esposa falou para ela ficar tranquila e se divertir que nos estaríamos ali com ela sem problemas, lá pelas três da manhã ela e minha esposa já estavam pra lá de bagda, tomaram todos, eu que não sou bobo fiquei no sapatinho sá observando, em um momento quando minha esposa foi ao banheiro, ofereci mais uma caipirinha para ela e ela já meio alta falourn que não sabia que já estava tonta e estava com medo, eu falei para ela que poderia ficar tranquila que eu estava ali e ia cuidar dela, neste momento ela chegou e falou que gostaría que seu namorado fosse igual a mim, que ela seria muito feliz, que minha esposa tinha falado muito bem de mim e que ela tinha sorte.

começamos a fuder feito loucos , ele me comeu assim , depois de ladinho falando muita sacanagem no meu ouvido, me colocou de 4 puxou meu cabelo e me deu uns tapinhas, e por fim joguei ele na cama e cavalguei bem gostoso pra ele, olhando bem no fundo do olho dele, e gemendo com uma voz safada. Dei um beijo bem molhado nele, comecei a deslizar minhas mãos pelo seu corpo e ao tocar no pau, percebi um gemido bem forte.